fbpx

Tremor nas pálpebras: tudo o que você precisa saber

Quem nunca sentiu aquele tremor persistente nas pálpebras? Pois é!
Um ato involuntário, que incomoda bastante e que pode durar de um a vários dias. Contudo, em alguns casos, além de um simples tremor, esse ato pode significar que algo não vai bem com a sua saúde. Por isso, fizemos este artigo para você saber sobre tremor nas pálpebras.

Diretor Técnico: Dr. Hamilton Moreira – CRM 9388 / RQE 2872

Tremor-nas-pálpebras-o-que-significa.jpg

Tremor nas pálpebras, em termos médicos, pode ser chamado de “mioclonia” ou “mioquimia”, são espasmos musculares podendo estar relacionados ao cansaço; ansiedade; nervosismo/estresse; excesso de trabalho; noites mal dormidas e uso do celular na cama; alimentação inadequada; falta de vitaminas e minerais; problemas de visão, como olho seco e cansaço visual; consumo excessivo de café ou álcool; alergias; desidratação; ou muitas horas em frente ao computador e celular.

Olho tremendo também pode ser comparado ao que acontece quando temos uma caibra, por exemplo, só que na região das pálpebras sentimos elas tremerem. Geralmente, esse tremor afeta apenas uma das pálpebras, no entanto, mesmo sendo raro, é possível também afetar ambos os olhos.

Esses tremores acontecem porque o músculo palpebral, ou orbicular, provoca movimentos muito rápidos com intuito de aumentar a circulação sanguínea na região. Além disso, também pode ser decorrente dos hormônios ligados ao estresse que vão parar no sistema nervoso autônomo e acabam levando estímulos para essa área, que passa a ter contrações involuntárias.

Quando procurar um especialista?

No geral, esse tremo pode durar um ou dois dias. Contudo, podem se estender por semanas ou meses. Nesses casos, é importante se consultar com um oftalmologista quando:

  • Além dos tremores, os olhos também ficam vermelhos, coçando e irritados;
  • Há tremores acompanhados de inchaço nas pálpebras;
  • A pálpebra fica mais caída que o normal;
  • As pálpebras fecham completamente durante os tremores;
  • O tremor dura mais de 1 semana;
  • O tremor afeta outras partes do rosto;
  • Alterações ou dificuldades de visão;
  • Vista embaçada e sensibilidade à luz.

Como evitar o tremor nas pálpebras?

Para evitar o tremor na pálpebra é válido seguir algumas medidas que garantem a saúde dos seus olhos, como:

  • Fazer pausas periódicas nas tarefas que exigem esforço ocular;
  • Respeitar o período de descanso;
  • Beber bastante água;
  • Moderar o consumo de substâncias estimulantes;
  • Evitar situações estressantes;
  • Ter momentos de lazer para descansar/relaxar;
  • Evitar o contato com agentes alergênicos;
  • Tire intervalos durante o dia do uso de eletrônicos;
  • Praticar exercícios físicos ou esportes;
  • Manter uma alimentação balanceada e equilibrada, com boa ingestão de vitaminas e minérios;
  • Evite excessos de café e bebida alcoólica;

Como fazer parar o tremor nas pálpebras?

  • Se o problema for decorrente de uma alergia, é importante realizar a higienização dos olhos. Nesse caso, é recomendado usar soro fisiológico, pois ajuda a reduzir a coceira;
  • Realizar massagens suaves na pálpebra afetada pelo espasmo pode ajudar;
  • Tomar chá de camomila ou realizar compressas com a planta;
  • Por gelo no local também pode ser uma alternativa, pois ajuda a anestesiar a musculatura;
  • Utilize colírios sob recomendação médica. Essa é uma forma de manter seus olhos sempre hidratados;

Além disso, é importante ressaltar que qualquer problema, deve-se procurar um especialista, pois a automedicação é contraindicada, pois pode prejudicar ao invés de melhorar. Por isso, se você sentir tremor persistente ou qualquer outro tipo de sintoma, procure imediatamente o oftalmologista para indicar o melhor tratamento.


Médicos de Olhos S.A, Um Olhar de Confiança!

Encontre-nos nas redes sociais:

         

 

Gostou do artigo? Inscreva-se e nunca perca uma atualização

Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a saber, através do seu e-mail, sempre que publicamos uma nova notícia no portal.