Moscas volantes: tudo o que você precisa saber

Você vê moscas volantes com frequência? É possível que sim! Mas afinal, o que são moscas volantes? O nome até parece estranho, mas é um problema oftalmológico que pode acometer várias pessoas. Parecem como “sujeirinhas” flutuantes em nosso campo de visão. Além disso, essas “sujeiras” pode parecer em várias formas na visão, como, por exemplo: círculos, linhas, pontos, teias ou nuvens. Portanto, nesse artigo, você vai encontrar tudo o que precisa saber sobre moscas volantes. Confira!

Moscas volantes: tudo o que você precisa saber - visão normal e visão com moscas volantes

O que são moscas volantes?

O nome parece estranho, mas é um problema oftalmológico que pode acometer várias pessoas. Parecem como sujeirinhas flutuantes em nosso campo de visão, podendo ser em um ou em ambos os olhos. Além disso, muitas pessoas acabam sentido um grande desconforto com essas manchinhas.

Todo mundo pode ter moscas volantes, porém, ocorre com mais frequência em pessoas a partir dos 45 anos, devido ao processo natural de envelhecimento do olho. Entretanto, também podem aparecer em pessoas que apresentam miopia, que realizaram à cirurgia de catarata, fizeram algum tratamento com YAG Laser ou também aqueles que sofreram alguma inflamação dentro do olho.

Moscas volantes: tudo o que você precisa saber

Sintomas

O principal sintoma é o aparecimento de manchas escuras no campo de visão. Essas manchas podem assumir diferentes formas, como: círculos, linhas, pontos, teias, fios ou nuvens. Além disso, podem se mover ao mexer os olhos ou quando se tenta olhar para eles;

Além da mancha escura, se aparecer sintomas, como flashes, diminuição ocular ou escurecimento nos lados da visão, procure imediatamente um oftalmologista, pois podem indicar um quadro mais avançado do problema, como o descolamento de retina, o que pode ocasionar cegueira.

Geralmente acabamos percebendo a presença de moscas volantes quando olhamos para algum objeto muito claro ou brilhante, como, por exemplo, em um dia ensolarado quando olhamos para o céu, em um simples papel branco, durante a leitura ou quando se olha fixamente para uma parede vazia.

Causas

Essas manchas são pequenas quantidades de objetos, como colágeno, fragmentos de tecido e proteínas que, normalmente, aparecem no fundo do nosso olho.

A explicação para o surgimento dessas manchas está dentro dos nossos olhos, mais precisamente entre a parte externa (lente) e a retina. Ali há um líquido chamado humor vítreo (fluído gelatinoso que preenche o globo ocular). Com o passar dos anos, proteínas ou minúsculas partículas de vítreo podem se soltar da retina. Embora pareçam estar na frente do olho, na realidade, elas estão flutuando no vítreo (dentro do olho) e ao passar em frente à retina, projetam uma sombra sobre ela, fazendo com que você veja manchas em vários locais.

Nem sempre as moscas volantes interferem na visão. Entretanto, quando passam pela linha de visão as partículas bloqueiam a luz e lançam sombras na retina, que é a parte posterior do olho onde se forma a imagem.

Tratamento para moscas volantes

Pessoas que apresentam o quadro de moscas volantes costumam sentir um grande incomodo. Ao notar sua presença, é importante considerar uma visita a um oftalmologista para um diagnóstico mais preciso.

Em casos onde o problema não seja tão sério, as moscas volantes não necessitam de tratamento, pois muitas diminuem ou desaparecem com o tempo. Entretanto, em casos mais avançados onde existe uma opacidade densa, um grande desconforto e comprometimento da visão, deve ser procurado imediatamente um oftalmologista para uma avaliação detalhada e indicação do melhor tratamento.

Portanto, agora que você já sabe o que são moscas volantes, fique atento aos sintomas e não deixe de agendar uma consulta com seu oftalmologista para verificar a saúde dos seus olhos. A prevenção sempre será o melhor tratamento. Agende já uma avaliação com os oftalmologistas do Médicos de Olhos S.A: 41 3020-4646

Médicos de Olhos S.A, Um Olhar de Confiança!

Encontre-nos nas redes sociais:

         

 

Gostou do artigo? Inscreva-se e nunca perca uma atualização

Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a saber, através do seu e-mail, sempre que publicamos uma nova notícia no portal.