fbpx

Transplante de Córnea Artificial, por Dr. Hamilton Moreira e Dr. Mauro Menegaz

O futuro cada vez mais próximo


Diretor Técnico: Dr. Hamilton Moreira – CRM 9388 / RQE 2872

A cada ano, cerca de 2 milhões de pessoas ficam cegas no mundo devido a problemas na córnea, sendo a única solução, atualmente, o transplante de córnea com tecido doado de pacientes falecidos.

Infelizmente, devido a baixa adesão aos programas de doação de órgãos, apenas 150 mil desses pacientes (7,5%) são beneficiados anualmente no mundo com o transplante de córnea, o que gera uma legião de cegos que poderia ser evitada.

No dia 24 de janeiro de 2021, o paciente Jamal Furani de 78 anos foi a
primeira pessoa no mundo a receber um transplante de córnea totalmente
sintética bem-sucedido, sendo realizado pela Dra. Irit Bahar, chefe do
Departamento de Oftalmologia do Rabin Medical Center Bahar, em Israel.

Após 10 anos de cegueira, o paciente voltou a identificar seus familiares e
conseguiu, inclusive, ler textos. “Esperamos que isso permita que milhões de pacientes cegos em todo o mundo, em áreas onde não há prática corneana nem cultura de doação de órgãos, recuperem a visão”, disse Gilad Litvin, diretor médico da CorNeat Vision.

Essa novidade faz parte de um estudo clínico realizado pela startup israelense CorNet Vision, que há 10 anos busca desenvolver uma córnea sintética projetada para se integrar com o tecido ocular usando nanofibra não degradável, adaptada sob a conjuntiva.

A prótese vem como uma alternativa aos casos mais graves, nos quais há menor chance de sucesso. Portanto, o transplante de córnea tradicional, que depende diretamente da doação das famílias, continuará sendo no mundo inteiro a melhor opção para o tratamento das doenças da córnea.

Nós, oftalmologistas do Médicos de Olhos S.A. já tivemos a oportunidade de
implantar dois tipos diferentes destas chamadas córneas artificiais, ou
ceratopróteses. A mais tradicional é proveniente da escola de oftalmologia
da Harvard University, chamada prótese de Boston, Outra menos conhecida, e precursora da usada atualmente era fabricada na França.

A prótese de Boston continua sendo a mais usada em todo o mundo, e assim como a prótese israelense, deve ser reservada para casos muito difíceis, onde o transplante de córneas humanas não têm chances de sucesso.

Até o momento, as expectativas são muito positivas em relação a essa nova
tecnologia. E, embora ainda seja cedo para comemorarmos uma vitória
nessa guerra contra a cegueira evitável, podemos humildemente considerar
que vencemos uma grande batalha a favor dos nossos pacientes!

Autoria: Dr. Mauro Menegaz (CRM 44332 e Dr. Hamilton Moreira (CRM 9388 | RQE 2872)

Oftalmologistas especialistas em córnea, cirurgia refrativa e catarata do Médicos de Olhos S/A


Médicos de Olhos S.A, Um Olhar de Confiança!

Encontre-nos nas redes sociais:

         

 

Gostou do artigo? Inscreva-se e nunca perca uma atualização

Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a saber, através do seu e-mail, sempre que publicamos uma nova notícia no portal.